Segunda-feira, 3 de Março de 2008

...

    Joaquim Massena, arquitecto portuense, ganhou em 1992 um concurso público para a requalificação do Mercado do Bolhão. O custo do seu projecto de reabilitação do mercado era de 12,5 milhões de euros, mas a autarquia colocou-o de parte.

    Em 2002, a Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) – Porto Vivo, lançou um novo concurso para a requalificação do mesmo espaço, operação cujo custo deveria rondar os 20 ou 25 milhões de euros. A pergunta que se faz, é que se o projecto de Joaquim Massena custava menos, porque foi abandonado?

    Foi exactamente o custo do seu projecto de reabilitação do mercado apresentado que levou a actual autarquia a colocá-lo de lado, por entender ser uma intervenção demasiada dispendiosa para ser suportada exclusivamente pela Câmara Municipal.

    Para contornar esse problema, a autarquia encontrou uma forma de cooperação capaz de possibilitar a revitalização do espaço através da iniciativa privada, mantendo a propriedade do imóvel na posse do município, sem se saber o certo em que termos.

    Do concurso que lançaram, ressalta “o respeito pela estética e características arquitectónicas do edifício, bem como a sua preservação funcional enquanto mercado tradicional”. Se isto corresponde à realidade, porque é que a Câmara aprova um projecto que quer tornar este mercado tradicional do Porto num espaço comercial tipo hipermercado?

    Estas e muitas perguntas ficam no ar, pois deixam-nos muitas dúvidas sobre o que realmente querem fazer a um património da cidade.

    A empresa holandesa “Tramcrone” foi a vencedora do concurso, cujo projecto poderão encontrar aqui no nosso blog no post do dia 7 de Fevereiro de 2008.

Grande parte das pessoas defendem a não demolição do Bolhão e o projecto de Joaquim Massena.

    Quando se vai ao Bolhão, encontramos um vendedor que nos conta uma

história e esse é o espírito do mercado; ao torná-lo num centro comercial, essa convivência com os vendedores perde-se.

Por isso, todos esperamos que a petição assinada por quase 50 mil pessoas faça reflectir sobre o que querem fazer ao Mercado do Bolhão, um mercado que é símbolo do comércio tradicional na cidade do Porto.


Publicado por piriloni às 12:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
2 comentários:
De mariana gomes a 4 de Março de 2008 às 08:38
por aquilo que tenho acompanhado nos jornais e nas acções populares, têm-me facultado papeis que referem várias situações cronologicas, onde consta também que o custo do projecto do arquitecto Massena, foi de 900 mil euros e não 12,5 milhões de euros como referem aqui no blog
E também existem aí umas incorrecções... sugiro que falem com os movimentos ou com o arquitecto

beijinhos


De piriloni a 10 de Março de 2008 às 23:53
Mariana, desde já, Obrigada pelo teu comentário. O que postamos no blog são apenas e só informações que recolhemos de jornais, panfletos e informações existentes na internet. Estas são as informações que temos por mais completas ou não que estejam. Todo outro tipo de informações como entrevistas ou questionários não são aqui publicados, porque mais uma vez repito, apenas fazemos publicações de jornais, panfletos e internet. Quanto a falarmos com o Arquitecto ou com os movimentos, adiantamo-nos e já o fizemos. :D

Se podermos esclarecer mais algum ponto... Estamos aqui (: .



Comentar post

Piriloni!!

Pesquisar neste blog

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
29
30
31


Posts recentes

Video de apresentação do ...

Tabela da análise compara...

10/05/08

Cordão Humano!

Pela voz de um estrangeir...

No Bolhão, a luta faz-se ...

TCN Portugal substituiu J...

TCN volta a desafiar Joaq...

Relatório sobre o Bolhão ...

Movimento defende referen...

Visitas!

Contador de acessos
Contador de acessos

Links úteis!

www.esec-padrao-legua.rcts.pt manifestobolhao.blogspot.com portovivosru.pt/ cidadescriativas.blogs.sapo.pt/ www.ua.pt/csjp/cidadescriativas/ www.cm-porto.pt

Arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

O nosso grupo!!

Somos quatro jovens estudantes pertencentes á escola secundária do Padrão da Légua. O grupo formou-se dentro das aulas de Área de Projecto e rapidamente tanto o tema como o nome do grupo surgiram espontaneamente. O nome do nosso grupo "Piriloni" surgiu de uma brincadeira em que juntamos iniciais dos membros do grupo. Criamos um nome sonante, marcante e divertido.

Subscrever feeds